Pontos principais de Praga percorridos a pé

Você vai conhecer as mais importantes atrações históricas da cidade, entre elas, a praça da cidade velha e o relógio astronômico e o mais famoso cartão postal de Praga: a ponte Carlos. Fará um passeio pela parte externa do castelo de Praga e pelo parque Petřín. E ainda vai conhecer uma igreja barroca de 300 anos no coração do bairro de Malá Strana. E para terminar o passeio de forma memorável, você vai conhecer os Jardins do Palácio e vai ter a sensação de estar no paraíso.
 

Český Krumlov

Český Krumlov é uma encantadora cidade gótica-renascentista, especial por suas estreitas ruelas medievais com cerca de 300 edifícios históricos. Tombada, em 1992, como patrimônio cultural da humanidade pela Unesco, a cidade encanta os visitantes porque foi fundada no século 13 e ainda permanece extremamente conservada. Ao andar por suas ruas de pedra, é possível sentir que se vive em outra época. Oferecemos o passeio desde Praga em carro privativo com guia que fala português para te acompanhar e desvendar Český Krumlov.

 

Visita ao Campo de Concentração de Terezín

Esta cidade-fortaleza barroca em perfeito estado rememora a tragédia do regime nazista. Como toda visita a qualquer campo de concentração, a experiência não é agradável. Vale pelo conhecimento histórico que se adquire ao ver esses lugares preservados como monumentos em homenagem à memória dos que sofreram.   

 

Passeios de um dia

As cidades e vilarejos próximos de Praga também convidam o visitante a vivenciar momentos raros e impressionantes. * O castelo gótico de Karlštejn tem uma capela cravejada de joias intactas. * Em Kutná Hora tem uma capela decorada com ossos humanos e outras relíquias medievais. * É em Plzeň que você vai encontrar um dos patrimônios tchecos: a cerveja tipo pilsen. * Em Český Krumlov, essa cidade medieval do século 13, parece que o tempo parou. * Na cidade glamorosa de Karlovy Vary, você vai encontrar spas e campos de golfe. 
 

"Viajar em um trem, esquecer e logo recordar, tornar-se um viajante, tirar o gorro da mala, olhar os outros companheiros de viagem de uma maneira livre, dominante e imperiosa, ser conduzido a nosso destino, sem merecer isso, sentir que tudo isso é muito infantil, deixar-se ser atraído pela janela do trem, e sempre deixar ao menos uma mão para fora do trem".

 

Franz Kafka, famoso escritor tcheco, trecho registrado em seu diário no dia 31 de julho de 1917.